Arquivo da tag: streetwear

frankstein style

A Carol Lara me mandou esse site da marca de streetstyle Iron Fist, cheio de coisas fofas e feito especialmente pra quem adora caveiras, brilhos, e muita cor!!

Tem sapatos, camisetas, moletons, tudo com um ar meio macabro-fofo!! Adorei!

É de babar!!!

Por Gabi Pacheco

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Casa da Luz Vermelha

Já faz um tempo que eu estou pra escrever sobre a lojinha mais legal que apareceu em São Paulo este ano. Falo do coletivo Casa da Luz Vermelha, espaço idealizado na Vila Mariana por meu amigo Daniel Cardoso, dono da Disorder, uma marca de streetwear pra bofe moderno e de bom gosto.

Ah sim, finalmente uma marca assim né? Já faz alguns anos que o Dani tem a Disorder, feita para andar de skate e principalmente BMX. O diferencial das peças sempre foram as estampas e os moletons. O acabamento cuidadoso de quem sabe do que gosta na hora das manobras mais malucas nas ruas de São Paulo.

Lá na loja é possível encontrar desde bonés, sneakers importados que não se acha em lugar nenhum do Brasil, moletons e camisetas, peças femininas de streetwear e uma infinidade de casacos, camisas e jeans masculinos escolhidos à dedo por ele. Depois de ficar empolgada com tanta novidade, rolou uma entrevista com o Dani exlcusiva para o Fervo.

Como foi a criação da loja?

D – A idéia de abrir a loja eu já tinha há algum tempo, já produzia algumas roupas de streetwear pela Disorder. O problema era que não existiam muitos pontos de venda interessantes. Eu achava que não tinha o perfil da marca, precisava de um espaço que fosse a cara da peças mas ao mesmo tempo não tinha força (dinheiro) pra abrir uma loja só com roupas da Disorder. Resolvi então abrir uma multi marcas para que a minha marca crescesse ao redor delas.

Quais marcas você vende na loja, além da sua?

D – Zoo York, Animal, Lotek, Freemont, Subrosa, Lakai, Sputnic, SixPack France, Obey, Alva, DC SHOES, UZI, Toy Machine, Foudation,Skavenger, aNYthing, Supra, Supreme, The Hundreds, Staple, BDG, Shut NYC, Thequietlife, Avierex, Crooks&Castles, Orchid, King Stamped, Reason e In4mation.

A Disorder é feita de…

D – Freqüento as ruas de São Paulo diariamente, ando quase todos os dias no centro, avenidas, debaixo de viadutos, com o pessoal do BMX, do skate, malabaristas, pixadores, grafiteiros e afins. Pessoas interessantes e inteligentes, que vivem da rua, tanto do esporte quanto da arte.

Além da parte de streetwear, a Casa da Luz Vermelha ainda tem no segundo andar um brechó lindíssimo batizado de Legado Acervo. Lá pode-se encontrar peças vintage, estampas, revistas, fotografias, objetos de decoração e outras coisas garimpadas com carinho pela sócia Fernanda.

Dá até pra tomar um cafézinho no Cash Café Bar, que também serve bebidas refrescantes a base de limão, gengibre, hortelã, cerveja e sorvetes, e à noite no bar a meia luz receber aconchegantemente os amigos. O preço tambem é convidativo; salgado vegan sai por RS$2,50 e a cachaça orgânica RS$7,00.

A Casa da Luz Vermelha na rua Áurea, e rodeada de barzinhos gostosos do bairro. Vale a pena a visita. E pra quem se interessou, neste fim de semana rola uma festinha animada no espaço. O flyer está aqui em baixo.

Pra se manter à par de tudo que acontece por lá, basta acessar o blog do coletivo, aqui ou então no site da loja de streetwear, a Spunky. Além dele, o blog do Dani também está online contando as novidades da nata do BMX brasileiro aqui e no Dark Side BMX.

Bofes do Brasil, fica a dica!

4 Comentários

Arquivado em ferveção