Alice in Obamaland #2 – Back To Gap

Alice, nossa querida colaboradora, manda mais notícias de NY:

“Eu amei a coleção atual da Gap, comprei várias coisinhas lá. São peças básicas, porém sem a caretice que dominava antes da marca resolver se atualizar. Mas o mais importante para mim é o fato das roupas terem qualidade e durarem mais do que apenas uma estação.

Ainda nesse processo de atualização, a Gap fechou uma parceria com a Colette, a marca francesa terá um corner temporário dentro da loja conceito da Gap na rua 54. O mais legal é que esse corner vai vender não apenas produtos criados em parceria com a Gap, mas também com outras marcas.

Eu achei a idéia bem inteligente e arrojada, afinal a Colette vai atrair para a Gap aquelas pessoas que costumavam passar batido pela marca americana por acreditarem que o estilo estava meio caído.”

Colette X Gap

As constatações feitas pela Alice in loco (no caso NY), fazem parte de um combo que a GAP preparou para dar um up na marca que com o passar dos anos ficou muito grande e sem rumo. Essa queda muito provavelmente é reflexo da entrada de concorrentes de peso nos últimos anos (UNIQLO, H&M, Zara, Topshop), perda de foco criativo, ausência de qualidade e também uma recente desaceleração do consumidor americano. Sendo assim, desde o ano passado o plano tem entre suas medidas uma bela enxugada em seu inventário, eliminação de anúncios em TV (nada de massa), diminuição de prazos de produção e determinação de um novo target: 25 a 35 anos (antes 18-29).

Loja Virtual da Gap

Uma das mais significativas das renovações é a contratação de Patrick Robinson como novo VP de design, ele tem a responsabilidade de fazer o estilo Gap voltar a ser atrativo. Com histórico contrario as massas, ele já trabalhou em marcas como Paco Rabanne, Perry Ellis e Giorgio Armani. Ao contrario do que pode parecer à primeira vista, Patrick ao invés de forçar a marca a entregar o fast-fashion seguindo padrões das concorrentes, traz um plano que resgata o clássico americano com toque modernista, muito focado no básico.

Patrick Robinson - Design VP

A resposta a essa estratégia será avaliada no final coleção de outono que está nas lojas. A parceria da Colette com certeza já foi um ponto super positivo, torcemos para que as demais ações sejam tão assertivas, afinal quem não teve um clássico moletom GAP nos anos 90?

Que atire a primeira pedra....

Anúncios

1 comentário

Arquivado em ferveção

Uma resposta para “Alice in Obamaland #2 – Back To Gap

  1. BK

    adorei o post! excelente!

    bjks, BK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s